Adeus


Foi num poente que você partiu.
E,  indiferente aos meus apelos
saiu em fuga com os nossos segredos,
restando pra mim apenas lembranças,
memórias entrecortadas de alguma revelação
que explicava o por que e o impossível
do que já nem me recordo mais...

Com você se foi meu norte,
meu ancoradouro,
meu mundo.

Nina Victor

6 comentários:

Helio Jenné disse...

Muito bom, Nina! Triste triste, mas bonito demais! Me sensibilizou.

rabiscosdomane disse...

Meu mundo
Meu ancoradouro
Com você se foi o meu norte
Do que já nem me recordo mais..
Que explicava o por que e o impossivel
Memórias entrecortadas de alguma revelação
Restando para mim apenas lembranças.
Saiu em fuga com nossos segredos,
E, indiferente aos meus apelos
Foi num poente que você partiu.

Ps. Que a autora me desculpe a brincadeira.

Beth Muniz disse...

Oi Helio,
Lindo, lindo!
Gostei demais, apesar de não saber quem é Nina.
O que me envolveu foi a poética.
Beijo e parabéns,

Beth Muniz disse...

Então,
Passei por aqui.
Gostei do que li e vi.
Fiquei fã.
Beijos.

Jucifer disse...

nossa quanta intensidade
breve palavras q dizem tudo
demostram sentimentos
beunacho demais
é fogo quando perdemos nossa direção
mas tudo tem um pork de naum ter acontecido e as vezes uma partida é apenas tempero para um futuro regresso

bjim

Helio Jenné disse...

Beth e Jucifer, obrigado pelos comentários. Sejam muito bem vindas ao blog das fortes emoções! Espero quer voltem mais vezes, ok? Um abração!